Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

UM BOM EXEMPLO VALE POR MIL PALAVRAS...

UM BOM EXEMPLO VALE POR MIL PALAVRAS...
Ana Maria Louzada
É um equívoco exigir das crianças, atitudes que não são vivenciadas por quem educa.  Os pais e as mães, bem como as demais pessoas que cuidam das crianças são suas referências.  Cada detalhe das suas ações cotidianas é apropriado pelas crianças. Por isso, um bom exemplo vale por mil palavras...  A criança observa quando alguém diz para falar que não está ao tocar o telefone; quando a obriga comer determinados alimentos, mas que também deixa de comer outros; quando diz que não se deve ficar muito tempo na televisão, mas passa o dia assistindo seus programas preferidos, etc.
Você também pode gostar de ler

EQUILÍBRIO DE OPINIÕES... FAZ UM BEM ENORME ÀS CRIANÇAS!

EQUILÍBRIO DE OPINIÕES... FAZ UM BEM ENORME ÀS CRIANÇAS!
Ana Maria Louzada
É um grande erro a desautorização de quem educa na frente da criança. 
Pai desautorizando a mãe e vice-versa, ou ambos desautorizando a pessoa responsável pelos cuidados diários das crianças (babá, avós, tias, etc.).
Quando um não concorda com o modo de educar do outro, é fundamental que se conversem longe das crianças. 
Se a mesma presencia opiniões contrárias, pode gerar desconfiança em relação à orientação de quem estiver sendo contestado.
Essa desconfiança faz com que a criança tenha dificuldade de cumprir regras ou combinados. 
Você também pode gostar de ler