COMPARTILHAR COM AS CRIANÇAS OS MOTIVOS DAS REGRAS

Ana Maria Louzada
As crianças conseguem vivenciar as regras, quando as compreendem. Não basta dizer “não pode”, “não vai”, “porque não”, etc. É importante compartilhar com elas os motivos reais.
Quando as explicações se revelarem muito complexas devemos orientar de forma que consigamos nos fazer entender.
Uma dose de afeto faz a diferença. Por exemplo: “Você ainda não pode fazer a sua pipoca, porque pode se queimar; eu te amo muito, e desejo que você fique bem.  Mas você pode pegar a vasilha de plástico para comermos a pipoca juntos(as)”.
A demonstração de carinho e clareza na orientação ajuda a criança a compreender seus limites e as suas possibilidades. 



Você também pode gostar de...



 

UM BOM EXEMPLO VALE POR MIL PALAVRAS...




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância da rotina nos primeiros dias de inserção das crianças pequenas na escola

A ROTINA NA HORA DE DORMIR PARA O BEM ESTAR DAS CRIANÇAS

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE...